sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Viver depois de morrer

Morreste-me.

E contigo uma parte tão grande de mim. Morreste-me e eu não vou beber mais o café com leite e molhar o pão que o padeiro deixava pendurado na porta. Não me sabe ao mesmo. Morreste-me e eu nunca mais vou poder ler Júlio Dinis, que Uma Família Inglesa só teve piada quando a história foi contada por ti. Morreste-me, e o meu coração ainda palpita quando alguém liga àquela hora, ou quando no visor do telemóvel vejo o «teu» número. Morreste-me e eu sei de cor as tuas mãos. Brancas, alvas, sempre geladas, protectoras.

Morreste-me, e ainda assim continuo a viver.

Sabes? Comemorámos o aniversário da B., este ano. E testemunhámos o seu baptismo. Comemorámos também o aniversário do avô. Ele não queria, mas nós insistimos. Ah, ele foi à terra. Não queria ir, mas nós insistimos. E estamos todos bem, e de saúde, não te preocupes com isso, sim? Os meninos não estão doentes, e à hora a que costumavas ligar já estamos todos em casa. O P. continua desempregado, mas há-de arranjar-se. O F. vai ter um menino. Já se sabe. E há-de correr tudo bem com este também. O G. é um menino muito bom, e simpático, e ia gostar tanto das tuas bolachas. Nós damos-lhe, não te preocupes, e à E. também, que ela ainda as pede. O padrinho não teve herpes este ano e fala de ti, descontraidamente. A mãe ainda não pode apanhar sol, e ainda não foi à praia este ano, mas está melhor. E vai ficar boa. E ela fala de ti. Com saudade.

Morreste-nos, mas continuamos vivos, e juntos e unidos e de saúde.

P. S. Há uma variante no pequeno-almoço lá de casa. Café com leite e pão para molhar. Eles ainda não estão habituados, mas hão-de gostar. Não há café da manhã como esse.

Soledade - Saudade

4 comentários:

Graça disse...

:( :(
Um grande beijinho e um abraço apertadinho, sim? ***

Costinhas disse...

um beijinho :(

1gota disse...

um abraço pertadinho. :(

Cartuxa disse...

Também estou assim neste momento. Um grande beijinho por tudo o que escreveu, parece que me leu os pensamentos, até me arrepiei.